Alcácer do Sal: Programa de valorização da pinha já tem resultados

Seminário-Pinha e Pinhão-Alcacer-28-o3-2014 106A União da Floresta Mediterrânica (UNAC) apresentou, sexta-feira, no Auditório Municipal de Alcácer do Sal os resultados do “Programa de Valorização da Fileira da Pinha/ Pinhão” que termina no final do mês de abril.

O programa que teve o seu início em 2012 procurou encontrar algumas respostas e soluções para o desenvolvimento da produção e industrialização da Pinha e do Pinhão envolvendo vários estudos científicos para melhorar a qualidade do produto.

Vários especialistas, produtores, industriais e investigadores de Portugal e de Espanha estiveram reunidos neste seminário que contou com a intervenção de Vítor Proença, presidente da Câmara Municipal de Alcácer, na sessão de abertura. O autarca sublinhou a importância “que a fileira da Pinha /Pinhão representa para o desenvolvimento do concelho defendendo que, em conjunto com o arroz, o vinho e o turismo, o pinhão é essencial para uma estratégia de desenvolvimento da região onde se encontra a maior mancha florestal de pinheiro manso e a maior produção de pinha”.

O Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal manifestou ainda “o desejo de que seja criado em Alcácer o Centro de Competências do Pinheiro Manso à semelhança do que existe em Coruche com o Sobreiro”.

Nuno Calado da UNAC adiantou que “a componente técnica e o caderno de especificações [DOP] está concluído. O processo vai agora ser enviado para a Direção Regional de Agricultura do Alentejo que após análise o vai remeter para Bruxelas pelo que se prevê que a DOP do Pinhão de Alcácer demore entre um a dois anos a estar concluída”.

A UNAC pretende dar continuidade ao projeto e encontrar mais financiamentos que segundo o Vice- Presidente da CCDR do Alentejo, Rui Mendes, vão estar acessíveis no próximo Quadro Comunitário de Apoio através de linhas de financiamento.

Tendo em consideração os elevados investimentos dos produtores florestais que se traduziram num aumento significativo das áreas de pinheiro-manso, a UNAC identificou a valorização da fileira da Pinha /Pinhão como uma das suas áreas de trabalho prioritárias, com vista ao aumento da profissionalização desta cultura e à promoção da melhoria da competitividade da fileira na região do Alentejo.

No final do seminário foi apresentado o livro “Receitas com Pinhão”, seguindo-se uma sessão de degustação de pinhão e produtos feito a partir desta matéria-prima.

Fonte:CMAS