Grândola: Câmara aprova orçamento de 19,3 milhões de euros

afigueiramendes_cmgrandola

A Câmara Municipal de Grândola aprovou dia 27 de Outubro o seu Orçamento para 2016, no valor de 19,3 milhões de euros.

De acordo com o Presidente da Câmara, António Figueira Mendes, “após implementarmos uma rigorosa gestão financeira nos dois primeiros anos de mandato, focada em controlar a despesa e reduzir a elevada dívida que herdámos, voltámos a ter condições de governabilidade, capaz de dar resposta às necessidades do Concelho e de garantir capacidade de investimento para o novo quadro comunitário de apoio, que agora se inicia.”

De acordo com os objetivos estratégicos definidos, o autarca apresenta na introdução do documento, as ações mais relevantes para o ano de 2016, nomeadamente “tirar partido das potencialidades do território contribuindo para o aumento da atratividade do mesmo”,onde se incluem grandes eventos que já se afirmaram e outros que se iniciaram em 2015 e que terão continuidade em 2016, o apoio a ações e projetos diferenciadores, bem como o acentuar da promoção do território;

Apoiar e incentivar medidas de criação de emprego duradouro e sustentável, continuando o trabalho de captação de empresas para se instalarem na ZIL, para além do apoio ao investimento na Floresta, na Agricultura, na Hotelaria, no Turismo e nos Serviços, incentivando também o empreendedorismo jovem.

Promover e valorizar a educação e a solidariedade social” continuando a encarar estas duas áreas como prioritárias, através do reforço da atuação, onde se inclui a requalificação da EB1 de Grândola, já com financiamento garantido para um investimento total de 3 milhões de euros.

Promover e valorizar o Desporto, a Cultura e a Juventude continuando a implementar uma forte dinâmica nestas 3 áreas, através da realização de atividades e ações de sucesso e da recuperação de diversos equipamentos culturais e desportivos, onde se destaca a requalificação da Igreja de São Pedro e a sua adaptação a Museu, já com financiamento garantido para um investimento superior a 500 mil euros;

Prestar aos cidadãos serviços públicos de qualidade continuando a reforçar a área operacional e a melhorar os serviços prestados de limpeza urbana, recolha de resíduos, manutenção das áreas verdes e melhoramento do espaço público, onde se incluem “o melhoramento do Jardim Dr. Júlio do Rosário Costa, a 1ª fase dos melhoramentos do Jardim 1º de Maio e do Cemitério de Grândola, a execução de infraestruturas no Loteamento L2 e L3 do Carvalhal, no Brejinho de Água e no Lousal, a remodelação e ampliação da rede de águas de Grândola e de Melides, a conclusão do abastecimento de água ao Brejinho de Água, o início da Construção do Canil/Gatil, e a conservação, reparação e repavimentação de diversas estradas, caminhos e arruamentos.

Modernização dos Serviços e Valorização dos trabalhadores através da aposta na melhoria das condições de trabalho, na redução de vínculos precários e no reforço de equipas;

Promover o ordenamento e o planeamento do território através da conclusão da revisão do PDM e da implementação do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Grândola e das Áreas de Reabilitação Urbana de Grândola e Melides.

A fechar o documento, destaca-se o fortalecimento de “relações de proximidade e cooperação com a População, Movimento Associativo e Juntas de Freguesia”, “a consolidação e reforço de projetos de cooperação nacional e internacional” a “Defesa de forma firme e determinada dos Serviços Públicos”, mantendo como até aqui “uma postura justa, transparente e solidária, focada essencialmente em servir a população do concelho.

A proposta de orçamento para 2016 foi aprovada por maioria, com os votos contra do vereador do Movimento Independente por Grândola e dos vereadores do Partido Socialista, e vai agora ser submetida à apreciação e votação da Assembleia Municipal, que se irá realizar durante o mês de Novembro.

Fonte:CMG

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*