Alcácer do Sal: Turismo em Segurança reduziu em 6 por cento a criminalidade nas zonas turisticas

                                                                                                                                                                         (c) CMAS

O comandante do Comando Territorial de Setúbal, Coronel Rebelo Manuel disse ontem, na Comporta, que o modelo de policiamento, implementado pela primeira vez o ano passado, no âmbito do Programa TeS/2017: Segurança na era do Turismo – Orla Marítima e Zonas Históricas “é muito positivo”.

Trata-se de um programa vocacionado para ações de policiamento direcionadas para apoio ao turismo na orla marítima e zonas históricas no distrito de Setúbal.

Para o Coronel Rebelo Manuel, que falava durante o seminário internacional ‘Turismo em Segurança’ que se realizou, ontem, na Casa da Cultura da Comporta, o programa “reduziu em 6% a criminalidade e aumentou o sentimento de segurança” dos turistas , operadores turísticos e população das áreas abrangidas.

Para este ano, adiantou o Comandante, a expectativa é de que “os resultados operacionais sejam ainda melhores visto que contamos com mais parceiros”.

                                                                                                                                                                    (c) CMAS

Também o Tenente–Coronel, Luís Botelho Miguel , 2º Comandante–Geral da Guarda Nacional Republicana, elogiou um programa “que representa uma resposta operacional pró-ativa no território, já que a segurança tem um peso enorme na escolha do destino de férias”. De acordo com os últimos dados apresentados no seminário, Portugal é o terceiro país mais seguro do Mundo.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, a implementação do programa “Turismo em Segurança”, em locais turísticos como a Comporta representa segurança para quem visita esta região.

Portugal pela sua segurança traz mais turistas e aliando a beleza do país a estas ações, ficam reunidos os ingredientes necessários para que a procura da região seja cada vez maior”, disse Vítor Proença.

De acordo com os últimos dados apresentados no seminário, Portugal é o terceiro país mais seguro do Mundo.

Fonte: CMAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*