António Caetano expõe pintura clássica e moderna no Centro de Artes de Sines

A Câmara Municipal de Sines inaugura, no dia 24 de novembro, às 16h00, no Centro de Artes de Sines, a exposição de pintura “Persistência do Mito”, de António Caetano.

Licenciado em Artes Plásticas, António Caetano nasceu e vive em Sines. Nesta primeira retrospetiva individual na maior sala de exposições da sua cidade, apresenta 17 telas e 50 desenhos que sintetizam uma vida de pintura marcada pela ligação do património da história da arte a temas contemporâneos.

Se num primeiro olhar a pintura de António Caetano nos leva para o mundo dos grandes mitos da Antiguidade clássica, sob essa capa abordam-se os grandes conflitos dos nossos dias, desde o êxodo da Síria ao Brexit, que nos são apresentados como manifestações das grandes constantes da natureza humana.

A forma de expressão dos temas é figurativa, mas nela transparece todo um mundo irracional, nascido de associações subconscientes, que ecoa as experiências do surrealismo do pós-guerra.

Estas obras não são assim uma fuga à realidade quotidiana para o mundo da Antiguidade e da fantasia, mas sim um mergulho na mais profunda e intemporal raiz dos conflitos humanos à qual permanecemos fortemente ligados, apesar dos aparentes avanços civilizacionais nos nossos tempos.

A exposição está patente até 21 de janeiro de 2018 e, depois da inauguração, pode ser visitada nos dias úteis, das 14h00 às 20h00, e aos sábados, domingos e feriados, no período 14h30- 20h00. A entrada é livre.

A exposição “Persistência do Mito” está integrada nas comemorações do Dia do Município de Sines (1362-2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*