Arranca hoje mais uma edição da Ovibeja

A internacionalização dos produtos agroalimentares de origem vegetal é o tema em destaque na feira agropecuária Ovibeja deste ano, que abre hoje as portas com lotação esgotada para celebrar 35 anos a mostrar “todo o Alentejo deste mundo”.

“Houve um aumento da área de exposição da feira” em relação à edição do ano passado e a 35.ª Ovibeja vai decorrer com “lotação esgotada”, até terça-feira, no Parque de Feiras e Exposições de Beja, disse à agência Lusa Claudino Matos, diretor-geral da associação ACOS – Agricultores do Sul, a organizadora da feira.

Segundo o responsável, a Ovibeja abre às 11:00 e duas horas depois a organização vai homenagear e prestar um tributo a Manuel Castro e Brito, que foi “pai, mentor e grande dinamizador” da feira e presidente da ACOS e morreu em 2016.

A homenagem vai ser feita com o descerrar da placa que marca a atribuição do nome Manuel Castro e Brito ao Parque de Feiras e Exposições de Beja, que foi proposta pela ACOS e aprovada por unanimidade pela Câmara e pela Assembleia Municipal.

A placa vai ser descerrada na avenida principal do parque, numa cerimónia marcada para as 13:00 e que conta com as presenças do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas.

Através do tema deste ano, a Ovibeja quer “dar realce ao grande potencial de produção e exportação dos produtos agroalimentares de origem vegetal produzidos no Alentejo”, como azeite, vinho e frutos, explicou Claudino Matos.

Neste sentido, disse, a feira vai promover várias iniciativas, como colóquios e o 3.º Simpósio Internacional Azeites do Sul, e ter vários espaços para “mostrar a qualidade e promover as exportações” dos produtos agroalimentares de origem vegetal do Alentejo.

Entre os espaços, Claudino Matos destacou o AgroAlentejoExport – Salão Internacional de Promoção dos Produtos Agroalimentares da Região do Alentejo, que este ano é dedicado aos de origem vegetal.

Para celebrar os 35 anos da Ovibeja, referiu, a organização “apostou forte” no cartaz de espetáculos para animar as “famosas ovinoites”, vai mostrar uma exposição, junto ao pavilhão multiusos do recinto, e lançar um livro sobre os “principais marcos” da história da feira.

A Ovibeja volta a apostar no Campo da Feira, para demonstração e venda de máquinas, equipamentos e serviços agrícolas, no Pavilhão Terra Fértil, uma mostra de inovação na agricultura e nas agroindústrias, na Arena do Azeite, dedicada à promoção do Alentejo como “principal região produtora” de azeites de Portugal, e no Pavilhão do Cante, das Artes e dos Ofícios, que “reúne o ser e o fazer alentejanos”.

A feira também promove vários colóquios sobre assuntos do mundo agrícola e vai ser destino de uma “romaria” de políticos, entre governantes e líderes partidários.

Expositores de empresas e instituições, comércio de produtos, gastronomia, mostras de gado e aves, entrega dos prémios do 8.º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra, corrida de touros, exposições, concursos, garraiadas e provas desportivas são outras ofertas da feira.

Quanto ao cartaz de espetáculos para animar as “ovinoites”, os destaques vão para os concertos dos Xutos e Pontapés, hoje, de Richie Campbel, no sábado, do jovem cantor alentejano Buba Espinho e amigos, entre os quais Rui Veloso e a banda Virgem Suta, no domingo, e de Diogo Piçarra, na segunda-feira.

Fonte: LUSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *