Notice: Trying to get property of non-object in /home/antenami/public_html/wp-content/plugins/styles/classes/styles-customize.php on line 150

Bloco de Esquerda está contra a construção de canil intermunicipal em Santiago do Cacém

As estruturas do Bloco de Esquerda do Litoral Alentejano estão contra a construção de um Canil Intermunicipal em Santiago do Cacém e, em comunicado, exigiram das autarquias da região a implementação de “novas formas de lidar com a sobrepopulação de animais”.

Ouvido pela Miróbriga, o porta-voz do BE, Bruno Candeias, adiantou que esta intenção manifestada pela Comunidade Intermunicipal dos Municípios do Alentejo Litoral (CIMAL) contraria “a lei do não abate” de animais errantes.

O Bloco de Esquerda lamenta a forma como o processo está a ser conduzido pela CIMAL a quem acusa de “falta de transparência”. Bruno Candeias defende a “modernização e aumento da capacidade dos Canis/Gatis Municipais”, atualmente designados Centros de Recolha Oficial (CRO), de Odemira, Santiago do Cacém e Alcácer do Sal, e “a sua construção imediata” em Sines e Grândola.

O dirigente lembra que a construção de um centro do género é uma reivindicação antiga das populações dos concelhos de Grândola e Sines. No entender dos bloquistas, a criação de um canil intermunicipal “fere a proximidade do local das recolhas dos animais” e “reduz a possibilidade de adoção e de voluntariado”.

“Esta decisão da CIMAL tem como intenção o impedimento da construção dos canis/gatis nestes dois concelhos e a prazo a extinção dos existentes”, adianta o Bloco de Esquerda.

A tomada de posição das estruturas do Litoral Alentejano foi tornada pública na última sexta-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *