Bloco de Esquerda pede esclarecimentos sobre postos da GNR de Alvalade e Ermidas-Sado

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) endereçou ao Governo um requerimento onde questiona o Ministério da Administração Interna sobre o recente episódio da transformação dos postos da GNR de Alvalade e Ermidas-Sado, no concelho de Santiago do Cacém, em postos de atendimento reduzido.

Após “várias denúncias” que suscitaram às deputadas Sandra Cunha e Joana Mortágua “grande preocupação com o desinvestimento e com a possibilidade de se estar a levar a cabo um processo de encerramento de vários postos da GNR”, o BE questionou o Governo se confirma que os postos passam a funcionar com horário de atendimento reduzido entre as 9:00 e as 17:00 e como pretende garantir condições de segurança e proteção às populações das áreas abrangidas.

O grupo parlamentar quer ainda saber se o Governo confirma que a redução dos horários de funcionamento dos postos da GNR são a primeira fase com vista ao seu encerramento.

O Ministério da Administração Interna garantiu entretanto que “não haverá qualquer encerramento de postos da GNR ou redução de horários sem que sejam revistas todas as condições de funcionamento caso a caso, o que será feito em estreita articulação com os autarcas”.

“Vai ser iniciado um processo de contactos entre a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna e os autarcas para que seja feita uma avaliação do funcionamento dos postos da GNR, tendo como principal finalidade o reforço do policiamento de proximidade, com vista a uma maior segurança das populações”, referiu a fonte do gabinete do ministro da Administração Interna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *