Bombeiros: CIMBAL justifica atrasos na entrega de equipamentos

bombeiro_odemiraA Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) justificou hoje o atraso na entrega dos equipamentos de proteção individual aos bombeiros da região com o facto de o primeiro concurso lançado para comprar o material ter ficado “sem efeito”.

Em declarações à agência Lusa, fonte da CIMBAL explicou que o concurso público internacional, que decorreu no ano passado, “ficou sem efeito, porque os equipamentos apresentados pelos candidatos não cumpriam as normas” e, por isso, “não foi possível adjudicar a aquisição” do material.

O júri lançou um novo concurso, que está a decorrer até ao final deste mês, indicou a fonte, acrescentando que, “se tudo correr bem”, a CIMBAL espera adquirir e entregar os equipamentos de proteção individual aos bombeiros da região “até setembro” deste ano.

Na segunda-feira, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, manifestou-se preocupado por corporações de bombeiros ainda não terem recebido, no início da época de fogos, os equipamentos de proteção individual das comunidades intermunicipais.

No âmbito de um protocolo assinado com o Ministério da Administração Interna em 2013, as comunidades intermunicipais ficaram com a responsabilidade de dotar as corporações de bombeiros das respetivas regiões com equipamentos de proteção individual, que são compostos por fato, luvas, botas, capacete e máscara.

“Sei que todos [os concursos para aquisição dos equipamentos] estão a correr, mas é verdade que muitos ainda não foram entregues. Estou evidentemente preocupado e preferia que tivessem sido entregues”, disse Miguel Macedo, referindo que apenas uma parte das corporações já receberam os equipamentos de proteção individual.

Fonte: Lusa