Bombeiros de Cercal do Alentejo festejam 42 anos e apresentam 3 viaturas

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cercal do Alentejo assinalou, este domingo, os 42 anos de existência com uma cerimónia onde foram entregues medalhas e apresentadas três novas viaturas, num investimento superior a 60 mil euros.

João Ludovico, presidente da associação diz que é essencial renovar o parque de viaturas e dar melhores condições aos doentes e corpo de bombeiros.

“Este ano resolvemos comprar uma viatura de transporte de doentes não urgentes, porque as nossas viaturas estão com muitos quilómetros e queremos também oferecer condições de segurança e de  transporte aos nossos doentes porque temos serviços diários”, explicou.

“Aproveitamos também para melhorar o veículo de comando e remodelamos o nosso veículo ligeiro de combate a incêndios que tinha sido adquirido pela anterior direção em 2012, não oferecia condições de segurança e não estava adaptado à nossa realidade”, acrescentou o dirigente.

Em dia de aniversário, João Ludovico recordou o passado financeiro da associação que, em 2017, respira de “uma folga financeira”.

“Encontramos uma associação com muitas dificuldades financeiras, conseguimos dar a volta à situação, ao mesmo tempo que estabilizamos a casa em termos financeiros conseguimos dar condições ao corpo de bombeiros e isso também se deve à grande colaboração que temos com o comando e hoje a casa respira uma folga financeira e isso faz com que possamos ver o futuro de outra maneira”, sublinhou.

Apesar dos 42 anos, o comandante da corporação Vitor Tomaz lamenta as dificuldades existentes no recrutamento de pessoal.

“Continuamos a ter problemas na recruta de pessoal mais novo, porque muitos dos jovens da terra ausentam-se para fora da localidade criando lacunas no voluntariado”, afirmou.

De acordo com o comandante, a corporação percorre cerca de 600 mil quilómetros com a prestação de serviços de saúde, daí a necessidade de renovar o parque de viaturas.

“Percorremos cerca de 500 a 600 mil quilómetros o que faz com que haja um desgaste muito grande destas viaturas e só neste investimento a associação investiu cerca de 65 mil euros”, acrescentou o comandante dos bombeiros que conta com cinquenta elementos apoiados por 20 viaturas.

O dia de aniversário ficou marcado por uma romagem ao cemitério, desfile apeado e motorizado, benção das viaturas e condecorações. Na cerimónia foram entregues medalhas de assiduidade ‘Grau Cobre’ a três diretores e ‘Grau Ouro’ a um bombeiro e medalhas de dedicação ‘Grau Ouro’ a seis bombeiros da corporação. Foram ainda entregues os diplomas dos cursos de tripulante de ambulância de socorro; matérias perigosas; condução fora de estrada e equipa de reconhecimento.

A sessão solene do 42º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Cercal do Alentejo contou com a presença do presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, do presidente da Federação de Bombeiros do distrito de Setúbal, do Comandante Operacional distrital, Elísio Oliveira, do presidente da Câmara de Santiago do Cacém e da presidente da Assembleia Municipal de Santiago do Cacém.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *