Câmara defende reabertura do jardim de infância de Vale de Água

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém defendeu a reabertura da sala do jardim de infância de Vale de Água e considera que estão reunidas as condições para a reativação daquele espaço no próximo ano letivo.

Recorde-se que o funcionamento do Jardim-de-Infância de Vale de Água esteve suspenso no ano letivo 2016/2017, uma vez que só existiam duas crianças em condições de frequentar aquele estabelecimento escolar, situação que atualmente não se verifica.

A autarquia assegurará a colocação de pessoal auxiliar, as refeições escolares e as atividades de animação e apoio à família.                                                                                                                                                                                          

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, sublinha que “defender a reabertura do Jardim-de-Infância em Vale de Água faz todo o sentido devido à inscrição de seis alunos.”

Nos contactos que manteve com a Delegada Regional de Educação do Alentejo, Álvaro Beijinha frisou que “a Câmara vai fazer a sua parte ao assegurar a colocação de duas funcionárias para garantir as Atividades de Animação e Apoio à Família de forma totalmente gratuita”, como acontece em todo o concelho.

Para melhorar as condições daquele estabelecimento de ensino, a Autarquia tem programada a execução de um campo de jogos. “Da nossa parte temos tudo para que o Pré-Escolar volte a reabrir, falta a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares – Direção de Serviços da Região do Alentejo colocar uma educadora.”

Neste momento, estão matriculadas seis crianças residentes na área de influência do Jardim de Infância de Vale de Água.

A Câmara Municipal entende que a abertura do Jardim-de-Infância de Vale de Água é uma medida que reforça a decisão dos jovens casais em se fixarem na sua localidade, uma vez que os filhos vão para as escolas da sua terra, fundamental para a vivência e desenvolvimento de qualquer território, contribuindo para diminuir as assimetrias e a desertificação das freguesias do interior do Concelho.

Esta pretensão da Autarquia mereceu a concordância do Agrupamento de Escolas Professor Arménio Lança de Alvalade, de que faz parte o Jardim-de-Infância de Vale de Água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *