Câmara vai adquirir pombais para evitar proliferação de colónias

A Câmara de Santiago do Cacém está a identificar e a capturar as dezenas de colónias de pombos para controlar a proliferação destas aves pelo concelho, com maior incidência nas freguesias de Santo André e Santiago do Cacém.

Em Santiago do Cacém já fizemos mais de duas mil capturas e, em Santo André, o número é mais reduzido porque não temos muitos sítios para colocar as armadilhas. Para ser capturado o pombo precisa de estar com fome e há espaços em que o pombo encontra mais alimentação ou onde as pessoas dão alimento”, adianta o vereador Albano Pereira.

Desde 2013 que a autarquia tem no terreno uma campanha de captura destes animais através de armadilhas que são colocadas em vários pontos do concelho, inclusive em habitações particulares mas este ano pretende adquirir três pombais móveis que serão instalados em locais públicas destas duas freguesias e tornar mais eficaz a captura dos animais. “Os pombos capturados são esterilizados, levam anilhas e ao serem colocados nesses espaços atraem outros para esses pombais”, acrescentou o autarca.

A intenção é “reduzir ao máximo” o número de pombos em liberdade no concelho e, após esta operação “será feita a esterilização” dos efetivos.

O vereador Albano Pereira diz que é importante não alimentar estes animais no espaço público. “As pessoas gostam dos animais e pensam que alimentar o animal em espaço público, para além de ser proibido e ter coima, estão a alimentar uma espécie que não é protegida e é uma praga”, conclui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *