Chuvas garantem 80 por cento da área de cultivo de arroz em Alcácer do Sal

Apesar das chuvas das últimas semanas e dos níveis de água nas barragens terem subido, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença reconhece que a situação não está ultrapassada e por isso ainda não está descansado.

“Não está totalmente ultrapassada, as barragens aumentaram o seu nível com água , vai dar para uma parte do arroz que era a maior preocupação. Esperemos que continue a chover mas não podemos deixar de olhar para o futuro, designadamente a necessidade da água de Alqueva chegar às duas barragens porque o Vale do Sado representa 30 por cento da produção nacional de arroz”, sublinhou o autarca.

De acordo com Vítor Proença, nesta altura é prematuro dizer que a campanha de arroz está salva. “Não na sua totalidade, as barragens já ultrapassaram os 40% mas é necessário mais água”, acrescentou o edil que insiste na “concretização da ligação de Alqueva às barragens de Vale do Gaio e Pego do Altar”, concluiu.

Mais otimista está o presidente da Associação de Agricultores de Alcácer do Sal que recorda números de há quinze dias. “A previsão era de zero hectares de arroz aqui na zona e neste momento como a barragem já está acima de 50 por cento da sua capacidade de armazenamento, previmos cerca de 80 por cento de área de arroz”, adiantou.

Com as previsões de chuva para os próximos dias, Francisco Vacas não tem dúvidas em afirmar que “é possível cultivar toda a área do arroz” ou seja cerca de 6 hectares no concelho de Alcácer do Sal.

One thought on “Chuvas garantem 80 por cento da área de cultivo de arroz em Alcácer do Sal

  • 21 Março, 2018 at 15:05
    Permalink

    6 mil ha e não 6 ha

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *