‘Corredor Azul’ dá continuidade a cooperação estratégica na região

logo_atratividadeA Rede Corredor Azul, que envolve 10 concelhos alentejanos, obteve, desde a sua criação, um financiamento global de oito milhões de euros de fundos comunitários e vai manter-se ativa para prosseguir a cooperação estratégica na região, afirmou o presidente da Câmara de Évora.

Carlos Pinto de Sá, cujo município a que preside lidera a Rede Corredor Azul, falava numa conferência de imprensa, realizada na Câmara de Évora, que serviu para a apresentação de uma declaração conjunta sobre o futuro da rede.

A sessão contou com a presença de autarcas dos municípios envolvidos (Arraiolos, Borba, Elvas, Estremoz, Montemor-o-Novo, Santiago do Cacém, Sines, Vendas Novas, Vila Viçosa e Évora) e de responsáveis de entidades parceiras.

O autarca alentejano assinalou que foram desenvolvidos projetos parcelares e conjuntos e candidatados ao programa comunitário InAlentejo, cujo financiamento global foi “na ordem dos oito milhões de euros”.

O Corredor Azul permitiu “melhorar infraestruturas e a promoção da região”, mas, “mais do que isso”, foram criadas “condições para que a rede possa funcionar, não apenas para ir buscar dinheiro, mas para discutir áreas importantes do território”, defendeu.

De acordo com o responsável, na primeira fase, “um conjunto de planos de ação foi desenvolvido pelos parceiros e aprovado” pelo InAlentejo, mas outros projetos “ficaram à aguardar a possibilidade de poderem vir a ser concretizados”.

A Rede Corredor Azul, criada em 2008, continua a ser presidida pelo município de Évora, mas vai passar a ser coadjuvado pelas câmaras de Santiago do Cacém e de Vendas Novas. Além dos municípios, integram a rede o Instituto do Emprego e Formação Profissional, Universidade de Évora, Escola Superior Agrária de Elvas, agência de desenvolvimento regional e o centro de valorização de rochas ornamentais.

A Fundação Alentejo, Sociedade do Parque Industrial de Vendas Novas e a Administração do Porto de Sines são as restantes entidades parceiras.