Cratera com seis metros de profundidade surge na Cova do Lago em Sines

Há uma cratera na zona da Cova do Lago, no concelho de Sines, que está a atrair a atenção da população e das autoridades que já montaram um perímetro para proteção do local.

O buraco, com cerca de 8 metros de diâmetro e seis de profundidade, surgiu há cerca de uma semana, numa zona dunar, e a origem desta ocorrência, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), poderá estar relacionada “com o abatimento do teto de uma cavidade cársica”.

Ouvido esta manhã pela rádio M24, o vereador da Câmara Municipal de Sines, José Manuel Arsénio, revelou que as autoridades estão a avaliar as causas desta ocorrência.

Após o abatimento, segundo o autarca, a Câmara Municipal de Sines, informou a autoridade marítima e a APA no sentido de reforçar as medidas cautelares de proteção daquele local, com a colocação de vedação e sinalização, uma vez que a zona tem sido alvo de curiosidade por parte da população.

Contactada pela rádio M24, a Agência Portuguesa do Ambiente adiantou que após o alerta do município de Sines, no passado dia 28 de dezembro, uma equipa da APA/ARH do Alentejo esteve no terreno e “reforçou as medidas cautelares de proteção do local” em conjunto com a autarquia e a autoridade marítima nacional.

“A possível origem desta ocorrência poderá estar relacionada com um abatimento do teto de uma cavidade cársica eventualmente existente num nível inferior ao substrato da zona de acumulação dunar”, refere a Agência Portuguesa do Ambiente com base nas formações rochosas existentes na zona envolvente ao Cabo de Sines, onde se verifica a existência de formações calcárias.

Na primeira semana deste ano, adianta aquela entidade, estiveram no local técnicos da agência para reavaliar a situação e o seu eventual desenvolvimento.

Apesar de não estar numa zona que coloque em perigo pessoas e bens, a Agência Portuguesa do Ambiente apela ao respeito pela sinalização colocada no local, não devendo a mesma ser ultrapassada em direção à depressão criada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *