Crimes de violência doméstica atingem valores superiores a 2012

violencia_domesticaO crime de violência doméstica aumentou 2,4 por cento em 2013 e foi responsável por 40 homicídios conjugais/passionais, mais três do que em 2012, segundo os principais dados do Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) hoje divulgados.

Segundo o documento, morreram vítimas de violência doméstica 30 mulheres e 10 homens.

O documento disponibilizado aos jornalistas indica que no ano passado registaram-se mais 640 participações de violência doméstica contra cônjuges, idosos e crianças, mais 2,4 por cento do que em 2012

No que toca apenas à violência doméstica contra cônjuges, as autoridades receberam 22.247 participações em 2013, mais 681 do que no ano anterior.

Os distritos onde se registou o maior número de casos de violência doméstica foram Lisboa (5.885), Porto (5.142), Setúbal (2.380).

Com mais de mil casos registados constam ainda os distritos de Braga (1.877), Aveiro (1.668), Faro (1.271) e Coimbra (1.130).

Na conferência de imprensa para apresentar os principais resultados do RASI, o secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Antero Luís, manifestou-se preocupado com o aumento do crime de violência doméstica.

“A única preocupação resulta da violência doméstica”, disse, sublinhando que “é muito difícil fazer prevenção no contexto policial”.

“ Ou os casos estão sinalizados e há prevenção a montante da atividade policial, ou então é muito difícil fazer prevenção em crimes desta natureza”, sustentou.