Empresa Ellalink investe 170 milhões de euros para ligar Sines ao Brasil

A aicep Global Parques e a Ellalink, empresa espanhola-brasileira operadora de comunicações submarinas, assinam esta terça-feira, 3 de outubro, no Centro de Negócios da ZILS – Sines, um contrato de cooperação que envolve a instalação da estação de entrada na Europa do cabo submarino que ampliará as comunicações entre a Europa e a América Latina, num investimento de mais de 170 milhões de euros.

A secção principal do cabo terá cerca de 9.400 quilómetros e irá unir Sines a Santos, no Estado de São Paulo no Brasil, com ramificações para Fortaleza (Brasil), Cabo Verde, Ilhas Canárias (Espanha) e Madeira (Portugal).

A EllaLink pretende responder ao aumento da procura de redes de alta capacidade e a empresa alega razões culturais e históricas importantes para haver uma ligação direta entre estas duas partes do globo. “Afinal de contas”, explica o presidente do conselho de administração da EllaLink, “o Brasil está mais perto de Sines do que Miami (Estados Unidos)”.

Alfonso Gajate assegurou que “o projeto tem o apoio do Governo português” e que a empresa tem de equipar um centro técnico que já tem em Sines e estará também presente em Lisboa, onde irá conectar a uma série de outras ligações já existentes na capital portuguesa.

A cerimónia de assinatura conta com a presença do Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, do Presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, do Presidente da aicep Global Parques, Francisco Mendes Palma, e do Presidente da AICEP Portugal Global, Luís Castro Henriques. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*