Eurodeputado do PCP defende “reconversão” da Central Termoelétrica de Sines (c/áudio)

O deputado do PCP no Parlamento Europeu, João Pimenta Lopes defendeu, ontem, a reconversão da Central Termoelétrica de Sines face às últimas noticias que apontam para o possível encerramento da unidade antes de 2025 devido aos impostos sobre o carvão e CO2.

A central termoelétrica fez parte do roteiro que o eurodeputado realizou esta quarta-feira ao Litoral Alentejano. Em declarações à Miróbriga, João Pimenta Lopes disse que é preciso pensar num futuro para aquela unidade que “não passe pelo seu encerramento”.

Durante a visita, o eurodeputado reuniu ainda com os trabalhadores do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas onde conheceu o trabalho realizado na conservação da natureza do património natural da região e confirmou “os sucessivos cortes no financiamento do Estado a estas entidades públicas” que resulta na “redução de efetivos, no envelhecimento dos quadros de pessoal, no reduzido número de operacionais no terreno e de meios materiais e financeiros”.

O roteiro que se integra na campanha que o PCP está a lançar em todo o país para exigir melhores condições salariais, melhores salários, mais direitos e mais proteção social e laboral, terminou na empresa MAREDEUS, em Ermidas- Sado, onde o eurodeputado denunciou uma “elevada situação de precariedade” dos trabalhadores daquela unidade de transformação de pescado.

O deputado comunista defende uma mudança de políticas da União Europeia na defesa dos setores estratégicos nacionais numa vertente de “controle público” de áreas como a energia, comunicações e transportes.

Também a nível laboral, o eurodeputado defende a contratação coletiva e a redução dos horários de trabalho.

Ouvir Aqui:

One thought on “Eurodeputado do PCP defende “reconversão” da Central Termoelétrica de Sines (c/áudio)

  • 9 Abril, 2018 at 14:19
    Permalink

    Exige-se a quem fala, que saiba exatamente do que fala. De contrário só confunde e de nada serve mesmo que haja muito boa vontade!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *