Évora: Contanário realiza-se de 22 a 26 de setembro

univ_evora

De 22 a 26 de setembro o Contanário: Contos e Formas de Contar volta a animar o concelho de Évora e, segundo os organizadores, é uma “fonte de distribuição pública de contos”.

O Bruno Batista e o Thomas Bakk, a Claudia Lázaro e o Rui Melgão, a Bru Junça, e a Ana Sofia Paiva, a Susana Cecílio, o António Serafim e o Carlos Marques são apenas alguns dos contadores que vão animar nestes dias vários espaços das freguesias de Évora (Centro Histórico), Malagueira, Horta das Figueiras, Bacelo, Sr.ª da Saúde, N.ª Sr.ª de Guadalupe, N.ª Sr.ª da Tourega e N.ª Sr.ª da Graça do Divor.

Os grupos da Associação Cultural do Imaginário, os Bonecos e Campaniça, o Trulé, os retratos Má Cara da Cristina Viana, o grupo Neste País há Bonecos, os Chapins da Casa da Balança, os Figurentheater Vlinders vindos da Bélgica e os À La Sombrita de Espanha vão inundar a cidade e as freguesias com contos, estórias e actividades para todas as idades.

No âmbito deste festival que valoriza os contos e a leitura, no dia da sua abertura, a 22 de setembro pelas 18 horas, irá ser assinado o protocolo com a Biblioteca Pública de Évora para a criação do novo Pólo de Leitura Pública, localizado na Rua da Corredoura nº8 em Évora, na sede da É Neste País, Associação Cultural que anualmente organiza o Contanário. Paralelamente, haverá o lançamento do livro “12 meses para contar 12 meses para rimar” de Antonieta Félix ilustrado por José Pinto Nogueira, a inauguração da exposição de fotografia de António Carrapato e, posteriormente, Nuno do Ó e os seus contos cantados.

Integrado no Festival Cenas ao Sul, que este ano é dinamizado pela Entidade Regional de Turismo, pela Câmara Municipal de Évora e pelas Uniões das Freguesias de Évora (Centro Histórico), Bacelo e Senhora da Saúde, e Malagueira e Horta das Figueiras.

O Contanário é organizado pela É Neste País, Associação Cultural, numa parceria com a Associação Cultural do Imaginário, S.O.I.R. Joaquim António d’Aguiar, Casa da Balança, Biblioteca Pública de Évora e Biblioteca Nacional de Portugal. Com o apoio da Fundação Eugénio de Almeida, Fundação INATEL, União das Freguesias de N.ª Sr.ª de Guadalupe e N.ª Sr.ª da Tourega, da Junta de Freguesia de N.ª Sr.ª da Graça do Divor e do restaurante O Combinado.

Fonte: “É neste país”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*