FACECO: “Vamos dar um grande salto na área social”, diz o presidente da Câmara de Odemira

CAM00267O município de Odemira duplicou, nos últimos quatro anos, a capacidade nas respostas sociais, contrariando os índices regionais que apontavam este concelho como sendo um dos mais baixos em termos de financiamento na área social.

O presidente da Câmara de Odemira, José Alberto Guerreiro, não tem dúvidas em afirmar que o executivo tem vindo a realizar “um esforço notável” no apoio às instituições de solidariedade social.

“Vamos dar um grande salto na área dos equipamentos sociais em Odemira”, afirmou José Alberto Guerreiro.

O autarca fala aos jornalistas à margem da assinatura do protocolo entre a autarquia e a Casa do Povo de Relíquias, com vista à construção do Lar de Idosos naquela freguesia, que se realizou este domingo no Pavilhão das Políticas Sociais, no âmbito da FACECO.

Trata-se de um investimento superior a 1 milhão de euros comparticipado pelo INALENTEJO em 750 mil euros.

Com capacidade para 30 utentes, o futuro lar, que estará pronto a funcionar em 2016, é uma aspiração antiga, reconhece a presidente da Casa do Povo, Maria do Nascimento.

O apoio financeiro da autarquia será dividido em duas tranches, no valor de 125 mil euros cada, em 2014 e 2015.

Atualmente, o município de Odemira tem em curso ou fase de conclusão cinco novos equipamentos, um vocacionado para utentes com deficiência e quatro para idosos.