Farmácias Sociais deixam de pagar imposto

farmacias_sociaisO Ministro da Solidariedade, Pedro Mota Soares, anunciou hoje, no Porto, alterações ao nível das farmácias do setor social, um fundo de inovação social de 122 milhões de euros e mais 934 camas para cuidados continuados.

“Foi aprovada em Conselho de Ministros uma medida que vai garantir que as farmácias do setor social deixem de ter de se constituir como sociedades comerciais”, disse Pedro Mota Soares.

O ministro, que falava na abertura do congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) anunciou ainda que o Governo pretende “criar a breve trecho um fundo de inovação social, no valor de 122 milhões de euros” com recurso a verbas comunitárias.

O governante acrescentou que nos “próximos tempos” vai inaugurar “mais 934 camas de cuidados continuados”, o equivalente a “mais de 23 milhões de euros do erário público”.