Feira do Monte: Exposição de artesanato atrai visitantes

CAM00381O artesanato do concelho está em destaque durante este fim de semana, no âmbito da Feira do Monte, que abriu as portas na última sexta-feira, em Santiago do Cacém.

Num dos pavilhões do certame os visitantes podem apreciar os trabalhos de alguns dos artesãos locais como é o caso de João Sobral de Matos, 77 anos, natural de Cercal do Alentejo que há mais de uma década se dedica à construção das artes e ofícios tradicionais em miniatura.

Nora, máquina de trigo, amolador, serrador de madeira, poço e uma oficina de ferrador, são alguns dos trabalhos em exposição.

Mais ao lado, é o oleiro António Loução, ex militar da GNR, que atrai as atenções do público. O manuseamento do barro e a precisão com que dá forma aos materiais aguça a curiosidade dos visitantes.

Filho e neto de oleiros, António Loução, natural de Cercal do Alentejo, diz que a arte está-lhe “no sCAM00390angue”.
As réplicas das Igrejas e Capelas do concelho de Santiago do Cacém, da autoria de Sidónio Leal Neves, abrem a exposição de artesanato na Feira do Monte.

Há cinco anos que o artesão se dedica a esta arte e já conta com 12 réplicas dos santuários de várias freguesias do concelho onde já foram aplicadas “mais de 14 mil telhas de plástico”.

CAM00393Todos os dias, os Pavilhões da Feira contam com a atuação de um grupo local. Sexta-feira foi a vez do Grupo Coral da Casa do Povo de Cercal do Alentejo.

Este sábado, às 18h30 haverá fado ao despique, no pavilhão de exposições e às 21h00 atua o Orfeão da Associação Musical Amigos da Banda Lira Cercalense, na zona de animação.

Às 22h00 há baile com Ricardo Glória e à 1h00 garraiada no picadeiro da feira que encerra às 3h30 da madrugada.