Grândola: Ex-dirigente do PS detido pela PJ para cumprimento de pena

prison bars2

Uma recente inserção de dados no site da Ordem dos Advogados feita em nome de João Marcelino Rodrigues levantou a suspeita de que, afinal, o advogado e ex-dirigente do PS de Grândola procurado pela justiça desde março para cumprir pena por pedofilia continuava em Portugal, publica o Diário de Noticias.

Condenado em março a 4 anos e meio de prisão por abusar sexualmente de três menores (filhas de clientes, com idades entre os 9 e os 11 anos), o advogado e ex-presidente da concelhia do PS de Grândola, de 50 anos, foi recentemente ao site da Ordem para reclamar o pagamento de defesas oficiosas que tinha feito.

Segundo o diário, esse terá sido um passo em falso que deu nas vistas e contribuiu para a sua captura, na terça-feira, quando ia a caminho de Alcácer do Sal, numa operação que a PJ fez em articulação com a GNR de Grândola, como explicou fonte da Judiciária.

Depois de inserir dados no site da Ordem, Marcelino Rodrigues, que já era alvo de um mandado de detenção para cumprimento de pena de prisão, voltou a ser procurado ativamente pelas autoridades, que achavam que ele estava foragido no Brasil (tem dupla nacionalidade, portuguesa e brasileira), adianta o DN.

Os seus movimentos foram monitorizados nos últimos dias pela PJ, que esperou pelo momento certo para o apanhar. Já foi conduzido ao estabelecimento prisional competente, onde irá cumprir a pena de quatro anos e meio de prisão.

Fonte: DN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*