Grândola participa no Congresso Internacional sobre o montado

O município de Grândola está presente no Congresso Internacional “O Montado no Desenvolvimento Rural do Sudoeste Peninsular”, a realizar entre hoje e amanhã em Ponte de Sor e Coruche.

O setor do Turismo do Município participa no Congresso, esta sexta-feira, em Ponte de Sor, no painel Turismo, sob a temática ‘Turismo e outras formas de desenvolvimento rural sustentável nos territórios de montado’, com o tema ‘Grândola Pedestrianismo nos Caminhos do Montado | Uma aposta no Turismo de Natureza para o desenvolvimento sustentável do território’ e visa descrever a experiência efetiva que o município tem vindo a desenvolver no que concerne ao pedestrianismo.

De salientar que o percurso pedestre “Rota da Serra”, com 24 quilómetros de extensão, foi classificado, em 1997, como o primeiro percurso Pequena Rota (PR) em Portugal. Atualmente é um dos percursos com mais procura turística, figurando em inúmeros guias internacionais de Turismo e Pedestrianismo.

No concelho de Grândola existem outros percursos marcados segundo as normas federativas como o GDL PR2 “Vereda de Melides” e GDL PR3 “BioMelides” (em fase de homologação).

Em desenvolvimento está a reativação da Grande Rota (GR) 11 E-9, nos trilhos Santiago do Cacém – Grândola e Grândola – Alcácer do Sal, integrando o produto Caminhos de Santiago; do GR 11.1 “Vereda de Santo André”, que liga Santa Margarida da Serra à Lagoa de Santo André (Santiago do Cacém) e a reativação do PR “Vereda das Pedras Brancas”, ligando Vale Figueira a Brescos (Santiago do Cacém).

Em estudo está ainda a criação do percurso “Lousal Geomegalítico”, um novo PR, com 12 quilómetros, que ligará o património megalítico ao Centro Ciência Viva do Lousal, na freguesia de Azinheira dos Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *