Homem morre eletrocutado na sua residência em Santiago do Cacém

Um homem, de 56 anos, morreu eletrocutado esta quinta-feira na sua residência, em Santiago do Cacém, quando manuseava uma máquina para gravar em madeira, confirmou a Guarda Nacional Republicana.

A vitima estava em casa sozinha, quando sofreu uma descarga elétrica provocada por um curto circuito. “Estava a trabalhar com um objeto para gravar em madeira que gerou um curto circuito. O disjuntor não disparou e a vitima sofreu uma eletrocução”, adiantou à Miróbriga o comandante do destacamento da GNR de Santiago do Cacém, Luís Maciel.

O alerta foi dado cerca das 13h30 e à chegada ao local os bombeiros encontraram a vitima inconsciente, em paragem cardiorespiratória. Apesar dos esforços o homem acabou por falecer no local.

O Núcleo de Investigação Criminal ainda foi chamado ao local para averiguar as circunstâncias em que ocorreu o acidente. “Tudo indica que se tratava de um hobbie e que a vitima estava a trabalhar na madeira como era usual”, adiantou o comandante.

No local estiveram elementos do INEM, VMER do Hospital do Litoral Alentejano e Guarda Nacional Republicana.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*