Idoso morre em Alcácer do Sal quando realizava queimada

Um homem, de 75 anos, morreu ontem quando realizava uma queimada num monte no concelho de Alcácer do Sal (Setúbal), alegadamente por inalação de monóxido de carbono, revelou o Comando Territorial de Setúbal da GNR.

Fonte deste comando territorial, contactada pela agência Lusa, explicou que a ocorrência, no Monte da Pedra, no concelho de Alcácer do Sal, foi comunicada às autoridades, por volta das 20:30, através de “um telefonema via 112”.

“O homem morreu no decurso de uma queimada. Aparentemente, terá perdido os sentidos, por inalação de monóxido de carbono”, e acabou por morrer, disse.

Segundo a fonte, as autoridades suspeitam que a vítima poderá ter “caído em cima do fogo”, visto que apresentava “a cara queimada”, mas as causas da morte só vão ser apuradas mediante autópsia.

“O Ministério Público mandou recolher o corpo” e transportá-lo para os serviços de Medicina Legal do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), no vizinho concelho de Santiago do Cacém, “para a realização de autópsia”, assinalou a GNR.

Contactado pela Lusa acerca desta ocorrência, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal limitou-se a confirmar que os bombeiros foram mobilizados para o Monte da Pedra, às 20:44, e que encontraram “uma vítima mortal com queimaduras”, sem revelar outras informações.

Um total de seis operacionais, incluindo bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), foram mobilizados para a ocorrência, apoiados por três viaturas, uma delas a viatura médica de emergência e reanimação do HLA.

Fonte: Lusa

 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *