Incêndio no aterro sanitário do Pinhal da Moita “já foi extinto”

O incêndio que deflagrou ontem à noite numa bacia de detritos do aterro sanitário do Pinhal da Moita, situado em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, já foi extinto adiantou à Miróbriga o comandante dos B.V de Santo André, Alberto Trigo.

O incêndio que esteve ativo, desde as 23:11 de quinta-feira e até cerca das 13:30 de hoje, foi combatido por operacionais dos Bombeiros Voluntários de Santo André, Sines, Santiago do Cacém e Cercal do Alentejo, que se vão manter no local até às 15:00 desta sexta-feira, para prevenir eventuais reacendimentos.

O comandante dos B.V de Santo André, Alberto Trigo, adiantou que o fogo consumiu material inflamável. 

Derivado ao lixo que existia nesta bacia em incompatibilidade com alguns materiais, como a lã de vidro e óleo, colchões velhos, vidro e um resto do que não ardeu na Recipneus, que estão aqui depositados e que acabaram por inflamar”, explicou o comandante.

A combater o incêndio estiveram 23 elementos dos bombeiros de Santo André, Sines, Santiago do Cacém e Cercal, apoiados por 9 veículos, a Guarda Nacional Republicana e a Proteção Civil municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *