Livro sobre o Forte de Peniche apresentado em Santiago do Cacém

O Museu Municipal de Santiago do Cacém recebeu, no dia 26 de maio, a apresentação do livro “Forte de Peniche, Memória Resistência e Luta”, da União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP), que vai na sua terceira edição, destinado a divulgar o Forte de Peniche como cadeia política e a vida dos presos-políticos ali encarcerados.

Nesta sessão participaram, os ex-presos políticos José Pedro Soares e Vítor Dias (coordenador de edição),  que contou com a presença dos autarcas: Presidente da Câmara Municipal, Álvaro Beijinha, Vereadores Albano Pereira e Jaime Cáceres, Presidente da Assembleia Municipal, Paula Lopes e  do Presidente da Junta de Freguesia de Abela, Rui Matos entre outros eleitos e do público que partilhou deste momento. 

Para além do emocionante depoimento dos dois ex-presos políticos o tema proporcionou também a participação dos presentes.

Nesta obra é efetuado o relato do amplo movimento de opinião que se afirmou, em defesa da preservação e renovação da Fortaleza de Peniche enquanto símbolo da repressão fascista e da luta pela liberdade, apresentando um amplo e diversificado conjunto de textos e elementos informativos que, abrangendo outros temas sobre a Fortaleza, dão natural destaque às difíceis condições vivenciadas pelos presos políticos, às suas lutas e à sua coragem e a libertação dos presos a 27 de abril de 1974.

No final, a obra traz o nome das 2.498 pessoas que ali estiveram detidas um levantamento feito pela URAP.

A sessão contou com a participação do Ensemble de Guitarras da Escola Municipal de Música, dirigido por Pedro Ramos.

Fonte: CMSC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *