Municípios de Santiago e Grândola assinam acordo para requalificar EM 545 (c/áudio)

Os municípios de Santiago do Cacém e Grândola assinaram ontem um acordo para a requalificação do troço da Estrada Municipal 545, entre a localidade de Faleiros e a ponte sobre a Ribeira de Corona.

Uma via que se encontra no concelho de Santiago do Cacém, único acesso à localidade mineira do Lousal, no concelho de Grândola.

A degradação daquele troço, nos últimos anos, levou a que as duas autarquias estabelecessem uma parceria que prevê a requalificação de uma extensão de 700 metros, formalizada esta quinta-feira com a assinatura de um protocolo entre a Câmara de Santiago do Cacém e Grândola, que se realizou no tabuleiro da ponte da Ribeira de Corona.

Os custos da requalificação, cerca de 130 mil euros, serão divididos em partes iguais pelos dois municípios.

O presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha diz que com este protocolo foi dado um passo importante para a resolução de um problema que afeta os habitantes e visitantes do Lousal.

 

Também o presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, que realçou o entendimento entre as duas autarquias, adiantou que a intervenção vai permitir melhorar as condições do acesso ao Lousal.

 

Álvaro Beijinha adianta que se trata de uma obra “com alguma complexidade” que vai contemplar uma intervenção na ponte da ribeira da Corona.

 

O projeto esteve a cargo da Câmara de Grândola e caberá agora à Câmara de Santiago do Cacém lançar a empreitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *