Muro da Travessa de São Sebastião em Santiago do Cacém alvo de intervenção artística

Na sequência do protocolo assinado entre a Associação Cultural de Santiago do Cacém e a Escola Superior de Educação de Lisboa (ESELx) será levada a cabo, entre os dias 27 e 29 de outubro, uma intervenção artística no muro da Travessa de S. Sebastião (também conhecida como Travessa do Bacalhau), em Santiago do Cacém.

Nesta II Residência Artística, a organização enquadra a intervenção “no âmbito da Street Art e integra-se no projeto PartipART – Criação, Comunidade e Desenvolvimento, financiado pelo Instituto Politécnico de Lisboa e que conta com o apoio e parceria de diversas entidades, entre os quais a Associação Cultural de Santiago do Cacém.

Assumindo como referência as intervenções existentes no muro (realizadas igualmente por estudantes da ESELx aquando da I Residência, em julho de 2016) e os registos fotográficos nos quais José Benedito Hidalgo de Vilhena fixou algumas das vivências de Santiago do Cacém, no final do século XIX e início do século XX, propõe-se, através da pintura, uma revisitação de algumas destas imagens, enfatizando os seus protagonistas (homens, mulheres e crianças), em interpretações próprias de cada interveniente no projeto”.

Entre outras entidades, a iniciativa conta com os apoios da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e da União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra.

Fonte: CMSC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *