Odemira: Câmara e Assembleia contra mau estado da ER266

odemiraA Câmara e a Assembleia Municipal de Odemira denunciaram o “mau estado” da Estrada Regional 266 e exigiram uma resposta urgente da Estradas de Portugal para resolver a situação “muito grave do ponto de vista da segurança rodoviária”.

Numa moção enviada à agência Lusa, os autarcas denunciam a “paragem sem justificação” da obra de beneficiação do troço entre o Viradouro e Luzianes-Gare da estrada, a qual tinha começado em 2013 e foi “amplamente saudada” devido ao “avançado estado de deterioração” da via, que é “a espinha dorsal do interior do concelho”.

Segundo os autarcas, a paragem da obra deixou o traçado “praticamente intransitável” e criou uma situação “muito grave do ponto de vista da segurança rodoviária”, devido à descontinuidade de pisos, agravada pela “deficiente e deteriorada sinalização vertical”.

Na moção, os autarcas pedem à Estradas de Portugal uma “resposta com a maior urgência” para resolver a situação e questionam a empresa sobre os prazos de conclusão da obra do troço entre o Viradouro e Luzianes-Gare e de início da empreitada entre o Viradouro e o limite sul do concelho e que permite a ligação ao distrito de Faro.