ODEMIRA: COREOGRAFA MADALENA VICTORINO APRESENTA ESPETÁCULO “POUCA TERRA”

madalenaNos próximos dias 1 e 2 de maio vai ser apresentado à comunidade do concelho de Odemira o espetáculo “Pouca Terra”, uma das cinco produções incluídas no projeto “MIRAGEM!”, um Projeto Cultural Educativo promovido pelo Município de Odemira, que pretende aproximar as crianças ao mundo das artes performativas. 

 

“Pouca Terra” vai ser apresentado no dia 1 de maio, na EB2,3 de Sabóia e no dia 2 de maio na EB2,3 de Colos. Os espetáculos terão início pelas 21.00 horas, com entradas livres.

Do jazz à bossa nova, do reggae aos sons balcânicos, este espetáculo propõe uma miragem de sons por um Atlas Musical como uma viagem de comboio sem sair do lugar, com interpretação de Nuno Salvado (acordeão), Tó Mandala (percussão) e Remi Gallet (trompete).

Com criação e coordenação da coreógrafa Madalena Victorino, numa iniciativa do Município de Odemira, o projeto “MIRAGEM!” inclui cinco espetáculos, que estão a ser desenvolvidos e apresentados em escolas e na comunidade, entre os meses de fevereiro e novembro de 2014, e onde os ingredientes são o Teatro de Objetos e Novo Circo, Dança e Música

Alunos das escolas dos Agrupamentos de Colos, Sabóia, S. Teotónio, Vila Nova de Milfontes e Odemira são convidados a participar em espetáculos, expressamente preparados para estas idades, “que trazem novos horizontes, acordam a criatividade, convidam ao olhar, levam as crianças a falar, a dançar, a saber gostar de música, de dança, de teatro e a querer mais e mais espetáculos”.

 

Os cinco espetáculos do Projeto MIRAGEM!:

PHOTOMATON (Parte de uma enorme mala de onde vão saindo objetos, sons e histórias que nem sempre precisam de palavras; criação e interpretação: Fernando Mota; apresentado em fevereiro)

COMO PEDRAS FORA DO CHÃO (Este espetáculo é sobre a agitação de meninos e o desassossego de homens, sobre o momento em que deixamos de nos tentar endireitar; Criação e interpretação: Pedro Salvador e Ricardo Machado; apresentado em março)

POUCA TERRA (Do jazz à bossa nova, do reggae aos sons balcânicos, Pouca Terra propõe uma miragem de sons por um Atlas Musical como uma viagem de comboio sem sair do lugar… Acordeão: Nuno Salvado, percussão: Tó Mandala, trompete: Remi Gallet; apresentado em abril e maio)

PEDRA-PÃO (Retrata o contexto da crise económica atual revelando três personagens que exploram o avesso dos móveis usados, procurando construir sobre as suas ruinas, universos novos de habitar; Direção: Patrick Murys, interpretação: Inês Oliveira, Mafalda Saloio e Patrick Murys; agendado para novembro)

ÚLTIMA MIRAGEM (Laboratórios de construção de mini-espetáculos em que as crianças apresentam a sua própria MIRAGEM; agendado para novembro)