Odemira: Desassoreamento do rio Mira poderá estar concluída em outubro

A empreitada de transposição de sedimentos da foz do rio Mira, incluindo o desassoreamento do leito e reposição de areias em praias de Vila Nova de Milfontes, começou no final do mês de abril e deve estar concluída até Outubro.

Os trabalhos de dragagem começaram na passada segunda-feira, 8 de maio, de acordo com a sociedade Polis Litoral Sudoeste, apesar do arranque da obra estar inicialmente prevista para o final de 2016.

A empreitada vai ser dividida em duas fases, começando com os trabalhos de dragagem do canal principal do rio Mira e a realimentação com areia das praias da Franquia e das Furnas até ao dia 15 de junho, altura em que abre a época balnear no concelho de Odemira e são interrompidos os trabalhos.

A intervenção é retomada em setembro com a execução de trbalhos complementares na praia da Franquia, como a criação de estruturas de drenagem de águas pluviais e a execução de regeneradores dunares.

A operação, que vai decorrer ao longo de cerca de dois quilómetros do rio Mira, prevê a retirada de 130 mil toneladas de areia do leito, até um máximo de 1,5 metros de profundidade abaixo do nível do mar, sendo cerca de 100 mil toneladas destinadas à praia da Franquia, em Vila Nova de Milfontes, e o restante à praia das Furnas, na margem sul.

O investimento total ronda 1,7 milhões de euros, comparticipado em 85% pelo programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no uso de Recursos (POSEUR).

Fonte: Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *