Odemira: Fiscalização ao transporte ilegal de migrantes – GNR

GNR1

A Unidade de Ação Fiscal (UAF), apoiada pelo Destacamento Territorial de Odemira do Comando Territorial de Beja, realizou, no dia 25 de março, uma fiscalização ao transporte ilegal de migrantes, tendo sido constituído arguido um operador económico estrangeiro, dedicado ao transporte internacional de passageiros.

A ação envolveu seis buscas à empresa, com sede em São Teotónio (Odemira) e com dependências em Lagos, Cascais e Viseu, que garantia o transporte de forma ilícita, de grandes grupos de trabalhadores agrícolas estrangeiros para o litoral alentejano.

Para além de não possuir  qualquer tipo de licenciamento obrigatório, atendendo ao disposto em legislações comunitárias e nacionais relativas aos transporte de passageiros, colocando assim em risco a vida dos seus tripulantes e outros utentes da via, não declarava qualquer rendimento gerado em território nacional.

Foi ainda constituído arguido um indivíduo de 51 anos, e apreendidas 30 cadernetas de bilhetes de autocarro; 50 maços de tabaco , seis garrafas de bebidas alcoólicas sem estampilha e dois computadores portáteis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *