Santiago do Cacém: Lápiz Azul nas Cextas de Cultura

quadricultura_400O Centro de Atividades Pedagógicas, recebe no dia 4 de abril, mais uma edição das “Cextas de Cultura”, desta vez com a curta-metragem “Lápis Azul”, baseada em fatos reais sobre a censura, com a participação de Adelino Gomes, Artur Portela, Francisco Pinto Balsemão, José Pacheco, Marcelo Rebelo de Sousa, Mário Soares, Marvine Howe, Maria Teresa Horta, entre outros.

Esta iniciativa é de entrada livre e conta com os convidados Rafael Antunes (realizador) e Artur Portela (historiador – escritor – jornalista).

Sines: Recebe encontro de bandas da região

cartaz_encontro_bandas_2A Câmara Municipal de Sines, em parceria com a Associação Pro Artes de Sines, organiza, nos dias 4 e 5 de abril, às 22h00, no Salão do Povo, um encontro de bandas integrado no Mês da Juventude.

O encontro tem o objetivo de dar a conhecer novos projetos de música moderna e envolve a participação de 13 bandas da região sul.

No dia 4 de abril, atuam oito projetos: Os Solta a Perna (kuduro), Outlaw Sines Crew (hip hop), PRX e Santinho (hip hop), Gonzas e Luzas / DJ Faray and Avengerz Inc. (hip hop), Pragmático (hip hop), The Stonesphere (reggae / rock progressivo), Artic Fire (metal) e Smash Skulls (thrash metal).

No dia 5 de abril sobem ao palco as seguintes bandas: The Unemployed Generation (rock), The Ginkeys (hard rock), Suicídio Social (punk rock), Since Today (hardcore) e Fábrica dos Brinquedos (punk rock).

A iniciativa é cofinanciada no âmbito da operação Dinamização Musical e Artística do Programa de Regeneração Urbana de Sines, cofinanciado por fundos FEDER / União Europeia do programa operacional INALENTEJO do QREN 2007-2013.

 

Fonte: Câmara Municipal de Sines

Assunção Cristas acredita que Portugal não vai devolver verbas

ministra agriculturaA ministra da Agricultura, Assunção Cristas, disse hoje esperar que Portugal atinja a “plena execução” das ajudas comunitárias, sem devolver verbas a Bruxelas, e apelou aos agricultores para se candidatarem “o quanto antes” aos apoios europeus disponíveis.

“Temos um ‘overbooking’ que nos dá as garantias de termos uma plena execução do dinheiro comunitário”, disse, acrescentando, quando questionada sobre se Portugal vai ter de devolver verbas a Bruxelas: “De forma nenhuma”.

Segundo Assunção Cristas, um indicador desse aproveitamento de fundos comunitários é o Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), que está, atualmente, com “quase 80% de execução”.

“Estamos é com o desafio de rapidamente começarmos a utilizar os 500 milhões de euros que temos sem cofinanciamento nacional, o que nos dá muita folga para, já este ano e no próximo ano, termos uma boa execução de todas as verbas, do atual e do próximo quadro” comunitário de apoio, sublinhou.

A ministra da Agricultura falava aos jornalistas em Évora, onde quis alertar e motivar os agricultores para que apresentem rapidamente os seus pedidos às ajudas comunitárias que têm candidaturas a decorrer, até dia 30 deste mês.

A governante visitou várias salas de candidaturas a apoios europeus existentes naquela cidade alentejana, nomeadamente na Associação dos Jovens Agricultores do Sul (AJASUL) e na Associação Nacional dos Pequenos e Médios Agricultores (ANPEMA).

“As candidaturas terminam no prazo de um mês, dia 30 de abril, e estão a decorrer a bom ritmo, mas é bom que os agricultores se venham inscrever com tranquilidade, com tempo”, alertou.

Escusando-se a responder a outras perguntas dos jornalistas, não relacionadas com o atual período de candidaturas a apoios europeus ao nível agrícola, a ministra reforçou o apelo.

“Não vou fazer nenhum comentário hoje que não seja o apelo aos agricultores” para que “utilizem este tempo para fazerem a sua candidatura às verbas europeias do Regime de Pagamento Único (RPU)”, disse.

O RPU, segundo Assunção Cristas, envolve “uma verba muito significativa”, pois, são “cerca de 600 milhões de euros por ano que chegam aos bolsos dos agricultores”.

“E é muito importante que se venham inscrever porque tudo o que ficar inscrito neste ano também vai ser relevante para os próximos anos”, alertou, insistindo que os agricultores se devem candidatar “o quanto antes”.

A ministra afiançou ainda que, este ano, ao contrário do passado, o funcionamento da plataforma informática através da qual se efetuam as candidaturas registou “um progresso significativo”.

“Tem havido problemas informáticos ao longo dos últimos anos, muitas associações queixavam-se que o sistema ia abaixo. Este ano tenho ouvido elogios, o sistema está muito melhor e nós continuamos a trabalhar no melhoramento do sistema.

Grândola: 35º Aniversário do Rancho Folclórico

rancho folcloricoGrândola celebra, no próximo dia 5 de abril, o 35º aniversário do rancho folclórico ‘5 estrelas de abril’ e o 35º Festival Nacional de Folclore, contando com o apoio da Câmara Municipal de Grândola, Freguesia de Grândola e Comércio Local.

O CineGranadeiro, recebe pelas 15h30, uma Sessão Solene Comemorativa dos 35 anos de Folclore e entrega de lembranças aos grupos participantes, seguidamente será realizado um cortejo etnográfico pelas ruas da vila.

O inicio do festival, está marcado para as 19h30, e conta com a participação do Rancho Folclórico 5 Estrelas de abril, Grupo Folclórico de Penafiel, Rancho Folclórico Fazendas de Almeirim, Rancho Folclórico Fazendeiros de Montemor-o-Novo e Rancho Folclórico da Casa do Povo de Santa Catarina da Fonte do Bispo – Tavira, como adiantou à Antena Miróbriga Sónia Ventura, presidente do Racho Folclórico 5 Estrelas de abril.

Para finalizar a noite de festa, segue-se o baile com a artista Telma Santos.

 

Santiago do Cacém: Santa Cruz recebe 11ª Prova de Vinhos

prova de vinhos_400A Sociedade Recreativa 3 de Maio, em Santa Cruz, recebe novamente, no próximo dia 5 de abril, mais uma edição da prova de vinhos.

Esta iniciativa, que conta já com 11 edições, terá inicio pelas 15h00, e contará com duas provas: Terras de Santa Cruz – vinhos dos pequenos produtores regionais e Adegas Regionais – vinho das adegas comerciais da região.

Seguidamente atuará o Grupo Coral e Instrumental “Os Afluentes do Sado”, pelas 16h00.

Ao longo da festa, não faltarão petiscos regionais e bar aberto ao vinho.

a rádio entre a planicíe e o mar