Património Cultural é o mote para mais uma edição da Faceco (c/áudio)

Já está em contagem decrescente o arranque da 28ª edição da Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira (FACECO), que vai ter lugar de 20 a 22 de julho, em São Teotónio.

Pecuária, agricultura, turismo, artesanato e gastronomia são os principais destaques da edição deste ano que procura promover o território, adiantou Ricardo Cardoso, vice-presidente da Câmara de Odemira.

Com um orçamento a rondar os 250 mil euros, a feira conta este ano com mais de 200 expositores, a maioria do concelho de Odemira, distribuídos pelo recinto do Parque de Feiras e Exposições de São Teotónio.

O Património Cultural, tema europeu do ano de 2018, será o mote para a edição deste ano da FACECO que vai receber “várias exposições alusivas ao tema”, com destaque para o Pavilhão do Artesanato que vai contar com cinquenta artesãos locais “a trabalhar ao vivo”.

 

O autarca espera a visita de cerca de 30 mil pessoas ao certame.

 

No setor pecuário, a feira vai contar com diversas exposições e concursos, com destaque para o 30º Concurso Nacional de Raça Bovina Limousine, o 15º Concurso Regional da Raça Bovina Holstein Frísia e do 23º Concurso Regional da Cabra Charnequeira.

Durante o fim de semana, será também promovido o 19º Concurso de Mel e a 8ª Prova de Mel Infantil.

Durante os três dias do evento, de 20 a 22 de julho, não vai faltar muita animação, desde música, teatro, cante alentejano, dança, desporto e uma vasta oferta gastronómica.

O programa musical vai contar com os concertos do grupo Fado Lelé (sexta-feira, dia 20 de julho), Miguel Gameiro (no sábado) e a encerrar o certame, Fernando Daniel.

A inauguração oficial do certame está prevista para as 17h30 de sexta-feira, dia 20 de julho e o bilhete diário custa 2 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *