PCP de Sines pede reunião urgente do Conselho Municipal de Segurança (c/áudio)

O PCP anunciou esta segunda-feira que vai solicitar a realização de uma reunião urgente do Conselho Municipal de Segurança para analisar a situação em termos da Proteção Civil Municipal na sequência do incêndio que deflagrou a semana passada na empresa Recipneu.

Em comunicado, a concelhia de Sines do PCP acusa o responsável pela Proteção Civil Municipal (o presidente da Câmara Municipal) de “incompetência na informação à população”, perante o incêndio industrial de grande dimensão, com elevado potencial tóxico para a população e de insensibilidade “perante a aflição dos sinienses preferindo ao mesmo tempo abafar o problema sem se vislumbrar uma razão legítima para tal”.

Miguel Gonçalves, da Comissão Concelhia de Sines do PCP, diz que é preciso debater com urgência as deficientes respostas e meios da Proteção Civil Municipal.

 

Para o PCP, os meios que existem ainda não são os necessários para responder a estas emergências.

 

Para o Partido Comunista Português, os problemas da proteção civil concelhia têm vindo a agravar-se nos últimos quatro anos “por completa inação” do responsável da Proteção Civil Municipal que esteve muitas horas sem fazer um ponto de situação à população.

 

Por isso, o PCP vai solicitar a realização de uma reunião urgente do Conselho Municipal de Segurança para analisar a resposta da Proteção Civil Municipal.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*