Presidência Aberta na Comporta aborda necessidades e projetos para a freguesia

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal esteve na freguesia da Comporta nos dias 23 e 24 de janeiro para uma Presidência Aberta, a primeira de 2018, estando previsto um ciclo que irá percorrer as quatro freguesias do concelho.

A acompanhá-lo esteve o executivo municipal permanente, técnicos municipais, um membro da Assembleia Municipal (em substituição da presidente), a presidente e dois elementos da Junta de Freguesia da Comporta.

“É muito importante estar no terreno e ouvir as várias entidades, associações, comerciantes, restauração e munícipes em geral, pois proporciona um quadro real e, assim, podemos trabalhar melhor no sentido de ir ao encontro das suas verdadeiras necessidades”, referiu o presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença.

Na Comporta, o dia 23 começou com a receção ao Executivo na Junta de Freguesia, seguindo-se uma reunião com a Herdade da Comporta. Visitou-se depois o Centro Escolar, o Centro Social e Paroquial S. Pedro da Comporta, o posto da GNR e estabelecimentos comerciais e de restauração.

Após uma deslocação à Torre e aos Brejos da Carregueira, o executivo reuniu com o Grupo da Catequese Educa&Cria, Grupo Desportivo e Fundação Herdade da Comporta. No dia 24, a comitiva visitou o Possanco, o cais palafítico (o que incluiu uma reunião com a Associação da Comunidade Piscatória da Carrasqueira) e vários estabelecimentos comerciais e restaurantes da Carrasqueira.

“Este conjunto de visitas e reuniões permitiu-nos aproximar o Executivo dos munícipes e aferir carências na freguesia em diversos domínios, para as quais se procurará a melhor solução”, disse Vítor Proença citando, a título de exemplo, os problemas que os pescadores da Carrasqueira têm tido na apanha de bivalves, face aos quais o presidente se comprometeu a lutar por eles na sua resolução.

Por outro lado, o autarca salienta que a Comporta tem um enorme potencial. “Foi com enorme agrado que encontrámos projetos bastante interessantes e promissores, como os da Herdade da Comporta, nos domínios agroalimentar e turístico, e os projetos educativos e sociais em curso”, frisou, recordando ainda, na Torre, a satisfação manifestada pelos munícipes face ao aumento do perímetro urbano.

Para este ano estão previstos vários investimentos da esfera privada na freguesia da Comporta, importantes dos pontos de vista turístico, económico e social, com a criação de emprego. Entre estes contam-se um projeto agroalimentar de 7 milhões de euros e dois hotéis rurais (investimentos de 7 milhões e de 2.866,211,00 euros respetivamente).

A próxima Presidência Aberta terá lugar na freguesia de S. Martinho amanhã, dia 30 de janeiro.

Fonte: CMAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *