Proteção civil alerta para efeitos da passagem do furacão Leslie por Portugal

Ventos fortes, agitação marítima e chuva são os principais receios da Proteção Civil para a passagem do furacão Leslie por Portugal, recomendando-se que a população se afaste das zonas costeiras e proteja pessoas e bens.

O furacão Leslie deverá afetar a partir do fim da tarde a costa entre Sines e Leiria, começando pela área metropolitana de Lisboa.

O comandante Belo Costa, da Autoridade de Proteção Civil, disse aos jornalistas que no período crítico, entre as 23:00 de sábado e as 04:00 de domingo, a recomendação é mesmo não sair de casa e evitar completamente o trânsito em zonas costeiras.

Prevê-se para esse período o pico do mau tempo, com ventos médios entre os 70 e os 80 quilómetros por hora e possíveis rajadas de 120 quilómetros por hora.

O conselho é mesmo “tentar ao máximo evitar andar na rua”, afirmou Belo Costa, salientando que as zonas costeiras serão as mais afetadas.

Se não houver alternativa, o conselho é “procurar alternativas seguras” às estradas perto do mar entre Sines e Leiria.

Pelo risco de queda de árvores, recomenda-se também que não se esteja em áreas arborizadas nem se deixem carros estacionados debaixo de árvores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *