Proteção Civil alerta para risco de incêndio rural nos próximos dias

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC)alertou esta quarta-feira para o risco de incêndio rural nos próximos dias, avançando que, caso venham a ocorrer fogos, podem evoluir com “grande rapidez de propagação e enorme dimensão”, devido às condições meteorológicas favoráveis a isso.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, para os próximos dias, tempo seco, com índices muitos baixos de humidade relativa, e vento forte, além de temperaturas exageradamente altas que podem chegar amanhã aos 35 graus em algumas regiões. 

Para o dia de hoje, o IPMA colocou os concelhos de Tavira e São Brás de Alportel (no Algarve) em risco máximo de incêndio.  Também em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Aljezur, Monchique, Silves, Loulé, Alcoutim e Castro Marim (Faro), Odemira e Almodôvar (Beja), Marvão, Nisa e Gavião (Portalegre) e Mação (Santarém), assim como os concelhos de Vila Velha de Ródão e Penamacor (Castelo Branco), Sabugal, Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso, Mêda, Vila Nova de Foz Coa, (Guarda), Sernancelhe (Viseu), Freixo de Espada à Cinta (Bragança) e Arouca (Aveiro).

A Proteção Civil reitera que é proibido fazer uso do fogo junto a espaços florestais, não sendo permitido realizar queimadas ou fogueiras, utilizar equipamentos de queima e de combustão, queimar matos cortados e amontoados ou qualquer tipo de sobrantes de exploração e lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes.

Até ao fim do mês de outubro é ainda proibido fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais ou vias circundantes e proceder à fumigação ou desinfestação de apiários com equipamentos sem dispositivos de retenção de faúlhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*