Santiago do Cacém: Alvalade celebra o 180º aniversário da passagem e estadia de D.Miguel I

 

180-anos-da-passagem-do-Rei
Programa de Comemoração dos 180 anos da passagem e estadia de D.Miguel por Alvalade

O 180º Aniversário da passagem e estadia do Rei D. Miguel I em Alvalade Sado vai ser lembrado e comemorado em Alvalade no próximo sábado, dia 31 de Maio.

O Rei D. Miguel I passou em Alvalade após o fim da guerra civil de 1832/34, em que foi decidido na Convenção de Évoramonte que o Rei devia deixar o seu país e preparar-se para o exílio. O Rei partiu de Évora a 30 de maio de 1834 iniciando uma viagem que em território nacional iria terminar em Sines dois dias depois. Pelo meio do percurso, no dia 31 de Maio, D. Miguel I e o seu séquito entram na vila de Alvalade onde decidem pernoitar para depois continuarem a viagem.

D.Miguel e a sua comitiva escolheram Alvalade para passa a noite devido à câmara municipal de Alvalade, as principais instituições e as famílias mais abastadas serem assumidamente pela causa absolutista, e D. Miguel tinha conhecimento disso. D.Miguel acabou por ficar hospedado na residência particular de Luis da Lança Parreira e de D. Teresa da Lança Parreira, uma abastada familia alvaladense simpatizante da causa miguelista. A casa, situada na antiga Rua da Estalagem, já não existe e Alvalade ficou na História de Portugal como a povoação onde o Rei D. Miguel I passou a sua última noite em solo português.

De modo a comemorar a data da sua última noite passada em Portugal, a Casa do Povo de Alvalade organizou um programa de comomeração que inicia às 15h15 com a Receção aos convidados na Praça D.Manuel I. Às 16h00 há duas comunicações intituladas “D.Miguel em Alvalade – um nexo familiar” e “A figura de D.Miguel – uma visão histórica”.

As cerimónias vão contar com a presença de Sua Alteza Real Senhora Dona Isabel de Bragança, vários descendentes do Rei D. Miguel I e da família Lança Parreira entre muitos outros convidados e personalidades ilustres.