Santiago do Cacém: Câmara atribui 52 mil euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo André

 

A Câmara de Santiago do Cacém atribuiu, esta sexta-feira, uma verba de cinquenta e dois mil euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo André, para apoio financeiro à obra de ampliação e remodelação do quartel daquela corporação.

Trata-se do “contributo” da autarquia a uma obra que visa criar melhores condições para os bombeiros que prestam serviço na associação humanitária adiantou o presidente da Câmara de Santiago do Cacém.

A autarquia financiou 50 por cento do valor da obra não comparticipada pelos fundos comunitários

A candidatura para a ampliação e remodelação do quartel dos bombeiros de Santo André foi aprovada em dezembro do ano passado.

 

O investimento ronda os 500 mil euros, tem financiamento comunitário na ordem dos 85%, e a associação tem realizado várias campanhas para angariar o valor em falta, cerca de 120 mil para fazer face a todas as necessidades da obra, que inclui construção de camaratas, balneários e parque para estacionamento de viaturas.

Para o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Santo André, Fonseca Santos, o apoio da autarquia vem ajudar a ficar mais perto dos valores que são necessários para realizar a obra.

Até esta altura a associação já recolheu 22 mil dos 50 mil euros necessários

O responsável diz que o valor necessário pode aumentar tendo em conta o mobiliário e “obras complementares” que não foram contemplados na candidatura.

O valor total da obra deve rondas os 500 mil euros estima Fonseca Santos

Além do protocolo com a Câmara Municipal de Santiago do Cacém, a associação assinou também o ato de consignação com a empresa de Odivelas que vai realizar a obra, Ribeiro Ferreira Lda.

A empreitada arranca na próxima semana com a limpeza dos terrenos e tem uma previsão de dez meses. 

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo André foi a única das quatro existentes no concelho de Santiago do Cacém, que viu aprovada a candidatura aos fundos comunitários.

No final da cerimónia, foi feito um minuto de silêncio numa homenagem ao bombeiro que faleceu ontem num acidente de viação.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*