Santiago do Cacém: Câmara e Estrela de Santo André assinam acordo para campo sintético

CMSC

Foi assinado no dia 13 de março, na Sala de Sessões da sede do Município, em Santiago do Cacém, o acordo entre a Câmara Municipal de Santiago do Cacém (CMSC) e o Estrela de Santo André para a execução de um relvado sintético e para a melhoria das infraestruturas adjacentes do Campo Alternativo de Vila Nova de Santo André.

Álvaro Beijinha (Presidente da CMSC) e José Rosado (Presidente da Associação de Cultura, Recreio e Desporto Estrela de Santo André) assinaram o protocolo, numa cerimónia que contou também com as presenças do Vereador do Desporto da CMSC, Norberto Barradas, do Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, Jaime Cáceres, e do Tesoureiro do Clube, António Gomes.

O acordo tem por objetivo a intervenção no Campo de Futebol alternativo em Vila Nova de Santo André, propriedade da Câmara Municipal, cuja gestão foi cedida ao Estrela de Santo André através de protocolo celebrado em 2016.

É um passo muito importante para o clube, para a cidade e para o município como refere Álvaro Beijinha “uma vez que o clube está com uma dinâmica forte e com o aumento do número de atletas, o campo relvado não suporta a subcarga dos treinos e dos jogos nos vários escalões. Hoje estão criadas as condições para avançar com a obra ”.

A Câmara Municipal assume, com este acordo, um investimento de 130 mil euros e “o clube conseguiu cativar um conjunto de parceiros privados que estão disponíveis para também apoiarem este grande projeto, que, a partir de hoje, tem as condições reunidas para que o clube possa avançar com a obra”, reafirma Álvaro Beijinha. A Câmara Municipal irá suportar, também, os custos com a vedação e as obras de ampliação do campo.

A intervenção que vai agora ser realizada pelo Estrela de Santo André nasceu de uma proposta apresentada pelo clube à Câmara Municipal e José Rosado diz que este acordo marca “o início de um sonho concretizável que faz falta ao clube, à Freguesia e ao concelho. Mais uma infraestrutura em prol dos nossos treinadores e em particular dos nossos atletas. Só temos a agradecer os passos que foram dados pela Câmara Municipal ao impulsionar a construção do relvado sintético. Esperamos avançar com a obra num curto espaço de tempo, para que a próxima época se inicie já com o novo campo, o que permite a captação de novos atletas e a reintegração de atletas que, entretanto, saíram para outros clubes, é esse o objetivo”.

O Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, Jaime Cáceres, reafirma a importância desta infraestrutura e lembra o desenvolvimento que este parque desportivo tem tido nos últimos anos: “há 12 anos o campo de futebol municipal era em terra batida, mais tarde fez-se o arrelvamento, construiu-se um Pavilhão Municipal e agora este apoio da Câmara Municipal para o sintético é de valorizar porque vamos ter mais crianças e jovens a praticarem desporto e com os seus tempos livres preenchidos.”

A Junta de Freguesia vai dar apoio logístico e também contribuir com a cedência de materiais para a construção dos balneários.

A intervenção agora protocolada vai trazer, além da melhoria nas condições para a prática desportiva, mais benefícios para os atletas no que respeita à frequência de treinos e à disponibilidade de espaço útil para os mesmos.

O equipamento poderá ser usufruído, também, pela população em geral, através de uma utilização devidamente programada e articulada; que será devidamente acautelada no protocolo de gestão do campo.

Recorde-se que em 2015 foi protocolado com o União Sport Club a construção do relvado sintético no Campo Municipal de São Sebastião em Santiago do Cacém, que se encontra em funcionamento, e ainda este ano está previsto ser celebrado um acordo com o Futebol Clube Alvaladense para a concretização do sintético em Alvalade, uma infraestrutura candidatada pelo clube a apoios da Federação Portuguesa de Futebol.

Fonte:CMSC

Share

Deixar uma resposta