Santiago do Cacém: Formação sobre atuação médica em casos de violência

Stop_violencia

O Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) vai promover pela primeira vez, na terça­ -feira, várias ações de formação sobre “Atuação médica em casos de violência” em 23 cidades do país, entre elas Santiago do Cacém.

Estas ações destinam- se “prioritariamente aos profissionais de saúde que exercem atividade assistencial a nível hospitalar, mas também aos que o fazem ao nível dos cuidados de saúde primários”, nos centros de saúde.

Em comunicado, o INMLCF refere que “a iniciativa decorre em praticamente toda a rede nacional de gabinetes médico ­ legais e forenses”.

O fenómeno da violência, com destaque para a doméstica, constitui um problema de saúde pública de impacto multidimensional, com repercussões cada vez maiores na vida das pessoas e da sociedade, para o qual o médico dos serviços de urgência ou das unidades de saúde nem sempre está alertado e preparado para dar uma resposta eficaz”, adianta.

Nos encontros, integrados no V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género (2014­2017), da responsabilidade da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, participam médicos do INMLCF, representantes do Ministério Público de diversas comarcas e outros especialistas da área da Medicina Legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*