Santiago do Cacém: Relvado sintético traz condições renovadas para o Estrela de Santo André

 

Foi inaugurado, na manhã do dia 15 de julho, o relvado sintético do Campo Alternativo Municipal, em Vila Nova de Santo André, que traz condições renovadas para a prática do futebol no Estrela de Santo André, colocando o clube entre os mais bem apetrechados, em condições de trabalho, no distrito de Setúbal.

Álvaro Beijinha, Presidente da CMSC, congratula-se com a inauguração do novo equipamento e assegura que “esta é uma daquelas obras que nos dá um prazer enorme ver concluída”, recordando que “há oito anos atrás não tínhamos um relvado, havia apenas um pelado.

Foi feito o arrelvamento em setembro de 2009. Há menos de oito anos, não havia também um pavilhão, que foi inaugurado no final desse mesmo ano. Não havia todas estas infraestruturas que servem o pavilhão e os campos, que foram igualmente executadas nessa mesma altura e não havia, naturalmente, o relvado sintético que foi agora inaugurado”.

Isto só foi possível porque houve um esforço enorme, nos últimos anos, da Câmara, da Junta, do clube e do movimento associativo de uma forma geral. Quando assim é, os frutos surgem de forma natural”, sublinha Álvaro Beijinha. “O relvado sintético serve fundamentalmente a juventude, mas claro que os mais velhos também vão desfrutar”. 

À semelhança daquilo que aconteceu com o União Sport Club, em 2016, e que vai acontecer já no dia 22 de julho com o F. C. Alvaladense, a Câmara deu “um apoio financeiro de 130 mil euros para a concretização da obra. Demos também apoio ao nível da maquinaria e assumimos ainda a vedação”. 

O restante dinheiro em falta veio “da própria dinâmica do clube, que conseguiu essa soma a partir dos seus associados, de muitas pessoas que ajudaram, patrocinadores locais e também algumas grandes empresas vizinhas que têm uma responsabilidade social perante esta comunidade, pois têm em Santo André a maioria dos seus trabalhadores. Fica aqui o agradecimento a todos os que ajudaram”.

Jaime Cáceres, Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, recorda que “há 12 anos atrás, o clube tinha pouco mais de 100 atletas na formação, hoje está a chegar aos 300. É um dos maiores clubes do distrito de Setúbal na área da formação. Chegámos a uma fase importantíssima, em que era necessário este campo alternativo, com relva sintética, para que o Estrela de Santo André se projetasse ainda mais. O clube, tal como outros clubes e associações da freguesia, têm estado ao lado da Junta e da Câmara. Há uma mudança de atitude nos últimos anos e estamos todos a caminhar no mesmo sentido”.

José Rosado, Presidente do Estrela de Santo André, agradeceu, de forma especial, “ao Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, em nome pessoal e da Direção, por todo o apoio que foi dado, para que este esta realidade fosse possível”, homenageando depois “os ex-Presidentes do Estrela. Este trabalho é vosso!”. O responsável confessa que o Estrela foi “buscar forças onde não havia inicialmente”,lembrando que “em março/abril muita gente duvidava que fosse possível concretizar a obra, que foi feita em tempo recorde”.

A cerimónia de inauguração contou com a atuação do Grupo à Cante Alentejano Vozes Além’Tejo e o dia foi recheado de atividades, com destaque para o jogo inaugural do recinto, entre as equipas de futebol feminino do Estrela de Santo André e do Vila Nova de Milfontes.

Fonte: CMSC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*