Serviços da Segurança Social em Santiago do Cacém foram encerrados

Os serviços de atendimento da Segurança Social em Santiago do Cacém foram encerrados, esta quinta-feira, por motivos de segurança. A decisão apanhou de surpresa os utentes que se deslocam ao edifício e o encontram de portas fechadas.

“O Serviço de Atendimento de Santiago do Cacém encontra-se encerrado devido à degradação das condições de segurança para clientes e trabalhadores, na sequência das últimas intempéries”, é a mensagem deixada pelos responsáveis do serviço na porta do edifício. A mesma informação foi colocada no site da Segurança Social

Os serviços que funcionavam há mais de 40 anos na Casa do Povo, localizada na rua 1º de Maio, em Santiago do Cacém, foram encerrados devido à degradação do edifício que apresenta várias infiltrações, danos no telhado  e onde era frequente a queda de objetos que punham em causa a segurança dos funcionários.

A Miróbriga apurou que se trata de uma situação provisória e que os 9 funcionários foram transferidos para os serviços da Segurança Social, no Bairro Azul, em Vila Nova de Santo André. Fonte ligada à Segurança Social adiantou que o atendimento ao público vai ser retomado, na próxima semana, em Santiago do Cacém e que os responsáveis estão a tentar encontrar um novo espaço que permita o normal funcionamento dos serviços.

Também o presidente da Casa do Povo, cujo edifício está cedido à Segurança Social, confirmou o encerramento dos serviços.  

Contactado pela Miróbriga, o Instituto da Segurança Social adianta que está a envidar todos os esforços para encontrar uma solução transitória até à resolução desta situação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *