Sines: CPCJ debate violência entre jovens

CAM00128O número de casos de violência entre os jovens tem sofrido um “aumento significativo” na região. Quem o diz é aa presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Sines que, esta quarta-feira, está a realizar as VI Jornadas no auditório do Centro de Artes.

Helga Nobre

Maria Adélia Valente baseia-se nas sinalizações recebidas pela comissão por comportamentos desadequados, dos jovens e crianças, em contexto escolar.

Bulling, agressividade e violência no namoro são os casos mais frequentes. No entanto, este aumento “não é alarmante”, garante a responsável.

A Secretaria de Estado do Desporto e Juventude colocou, desde 2013, a tónica na violência no namoro, com o lançamento do programa “namoro com fair-play”.

Ivo Santos, representante do governo, neste encontro, explicou que o objetivo do programa, que está a ser desenvolvido em todo o país, passa por uma mudança de mentalidade de toda uma geração

As jornadas da CPCJ de Sines debruçam-se, este ano, na violência entre os jovens. No encontro diversos especialistas tentam identificar as diferentes formas de agressividade e as estratégias a adoptar.

A sessão de encerramento conta com a presença de Armando Leandro, da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco.