Sines: “Em Junho Há Teatro em Sines”

 

index_emjunho

Numa nova iniciativa que se pretende tornar regular na programação cultural do concelho, a Câmara Municipal de Sines organiza, entre 7 e 28 de junho, o programa “Em Junho Há Teatro em Sines”, com nove espetáculos de teatro na cidade e em Porto Covo.

A programação de teatro engloba espetáculos de companhias de Portugal, Espanha, Itália e Colômbia e está integrada na 15.ª Mostra Internacional de Teatro de Santo André.

Além dos espetáculos de teatro, realizam-se várias atuações musicais ao longo do mês: quatro arruadas pelo grupo de percussão siniense Skalabá Tuka, nos dias 7, 14, 21 e 28 de junho, entre as 10h00 e as 12h00, nas ruas de Sines, e apresentações por formações musicais da Escola das Artes do Alentejo Litoral, antecedendo parte das peças programadas.

O primeiro espetáculo acontece no dia 8 de junho, no Centro de Artes de Sines. “Mary Poppins – A Mulher que Salvou o Mundo”, pelo Teatro do Eléctrico (Lisboa), inspirada na história da percetora Mary Poppins, é uma das produções teatrais do ano em Portugal, com texto e encenação de Ricardo Neves-Neves, num registo nonsense. Tem início no auditório do centro às 22h00, antecedida, às 21h30, no exterior, por uma atuação musical pela Escola das Artes.


Nos dias 12 e 13 de junho, o teatro acontece nas escolas e infantários, para crianças dos 3 aos 5 anos. A peça é
“Pirilampos e Estrelas’’, com criação e interpretação de Ana Lúcia Palminha, artista de Sines, sobre texto de António Torrado e ilustrações e objetos de Yara Kono. É uma produção do Maria Matos Teatro Municipal.


No dia 14 de junho, às 22h00, em frente ao Palácio da Quinta de Santa Isabel (junto à APS e Capitania), o Teatro do Mar (Sines) apresenta a sua nova criação de rua,
“InTransit”. Com conceito e encenação de Julieta Aurora Santos, o espetáculo aborda o conceito da viagem fundindo teatro com outras artes como a instalação, a dança e o vídeo.


No dia 15 de junho, às 22h00, o Kulunka Teatro (País Basco) sobe ao palco do auditório do Centro de Artes de Sines com a sua peça 
“André y Dorine”. Dirigida por Iñaki Rikarte, é uma criação multipremiada de teatro de máscaras, para público juvenil e adulto, sobre um casal de idosos atingido pela doença de Alzheimer. Antes do espetáculo, às 21h30, no exterior do Centro, há música pela Escola das Artes do Alentejo Litoral.

No dia 20 de junho, às 22h00, o teatro chega ao Largo Marquês de Pombal, em Porto Covo, com a “Fabula Buffa”, pelo Teatro Picaro (Itália). Trata-se de uma comédia trágico-grotesca sobre o poder do riso, inspirada na tradição popular italiana, em particular na Commedia dell’Arte, com personagens imaginadas por Dario Fo. Também nesta noite o teatro é antecedido pela música da Escola das Artes, com início meia hora antes.

No dia 21 de junho, o Teatro do Mar apresenta “Coisas Inventadas” no auditório do Centro de Artes de Sines, duas apresentações (às 11h00 e às 17h00) do espetáculo / exercício final das Oficinas de Artes Cénicas da companhia, com a participação de cerca de 80 jovens atores de Sines entre os 3 e os 16 anos.

No dia 22 de junho, às 18h00, no auditório do Centro de Artes, o teatro vem da Colômbia, pela companhia Casa del Silencio. Com direção de Pierrik Malebranche e Juan Carlos Agudelo, o espetáculo “Kokoro” narra, através de várias técnicas teatrais, a história de três personagens imersas num território entre a realidade e a ficção. Meia hora antes, às 17h30, há música no exterior do centro, por uma formação da Escola das Artes.

O “Em Junho Há Teatro em Sines” termina no dia 28, às 22h00, também no auditório do Centro de Artes de Sines, com a peça “O Guardião do Rio’’, pela Companhia Palmilha Dentada (Porto). Com texto e encenação de Ricardo Alves, é um exercício para marionetas e ator com interpretação de Ivo Bastos. Também neste caso, o teatro sucede à música, com uma apresentação pela Escola das Artes às 21h30, no exterior do centro.

Os quatro espetáculos teatrais no auditório do Centro de Artes de Sines são de entrada gratuita mediante reserva de bilhete na receção do Centro (Tel. 269 860 080).

O espetáculos em espaço público (“Fabula Buffa” e “InTransit”), as apresentações musicais e as arruadas não necessitam de bilhete.

As duas sessões do espetáculo “Coisas Inventadas” têm o preço único de 2€, mediante reserva na sede do Teatro do Mar (Tel. 269 634 511 / 961 467 565 ou emailinfo@teatrodomar.com).