Sines: Militar da GNR agredido com arma de caça submarina

GNR1

Um militar da GNR ficou ferido este domingo depois de ter sido atingido pelo arpão de uma arma de caça submarina quando tentava pôr cobro a distúrbios num restaurante, em Sines. 

O agressor, um homem de 50 anos, de nacionalidade cabo-verdiana, terá disparado a arma na direção do militar que foi chamado ao local, cerca das 15h00, depois de a GNR ter sido alertada para a existência de distúrbios no estabelecimento.
“O indivíduo  andava a provocar os clientes e a exibir a arma de caça submarina”, adiantou fonte da Guarda Nacional Republicana.
O militar, de 23 anos, sofreu ferimentos numa mão e foi conduzido para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, para remoção do arpão. Não foi necessária cirurgia.
O agressor acabou por ser detido e será presente a tribunal esta segunda-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*