Sines: ‘Seminário Indústria, Património e Cultura’ em debate no CAS

Fotografia indústria

O complexo industrial e portuário de Sines enquanto património histórico e cultural da região e do país vai estar em discussão num seminário a promover pelo COMSINES – Conselho das Comunidades de Sines, no dia 19 de novembro, no Centro de Artes de Sines.

As inscrições para o seminário estão abertas, são gratuitas e podem ser feitas através dos contactos do Museu de Sines.
Intitulada “Seminário Indústria, Património e Cultura”, a iniciativa tem como objetivo lançar um debate sobre a relação entre estes três elementos na perspetiva de um território que apresenta um tecido industrial planeado e organizado que constitui um importante marco na história da indústria portuguesa.
Muitos dos elementos construídos a partir da década de 70 podem ser vistos já com um valor patrimonial, pois contam como nenhum outro a história de Sines do último quartel do século XX e a eles está associada uma memória coletiva ainda fresca, enraizada ainda em muitos dos participantes da sua génese.
Pretende-se que, a partir deste seminário e das boas práticas que nele serão apresentadas, se inicie um processo de inventariação dos elementos mais relevantes ou em perigo de desaparecimento, assim como da memória a eles associados, em que as empresas tenham um papel não só ativo mas até mesmo dinamizador e impulsionador de um processo de criação da sua própria imagem que perdurará para o futuro.
O projeto COMSINES – Conselho das Comunidades de Sines nasceu em 2014. Resulta de uma parceria entre a Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) e empresas e entidades administrativas e sociais localizadas na região de Sines.

Visa a constituição de um painel permanente e organizado de diálogo e pretende em primeiro lugar promover o desenvolvimento sustentável, o bem-estar e a qualidade de vida da comunidade de Sines, com base numa relação de confiança recíproca entre indústria, entidades administrativas / sociais e população envolvente.
O seminário é organizado por um dos quatro grupos de trabalho do COMSINES, o Grupo de Trabalho “Património e Cultura”, coordenado pela Câmara Municipal de Sines.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*