Sines: Trabalhadores da manutenção da ATM-CTS em greve (c/áudio)

Os trabalhadores juntaram-se esta manhã na portaria da EDP 

Cerca de 25 trabalhadores da empresa de manutenção ATM-CTS estão concentrados, esta sexta-feira, junto à central termoelétrica de Sines a cumprir uma greve de 4 horas.

A paralisação, convocada pelo Sindicato das Industrias, Energia e Águas de Portugal, tem como objetivo reivindicar por aumentos salariais e pela reclassificação profissional.

De acordo com o sindicalista Egídio Fernandes, os trabalhadores que desempenham funções de mecânicos e eletricistas reclamam há três anos uma atualização salarial que nunca aconteceu.

A empresa nunca sem mostrou disponível para rever salários diz o dirigente

 

A greve, decidida em dois plenários de trabalhadores, vai acontecer em dois períodos. Esta sexta-feira, entre as 8h30 e as 12h30 e, no próximo dia 12, no mesmo horário.

O sindicato está disponível para negociar com a empresa

 

De um universo de trinta trabalhadores apenas cinco não cumprem esta paralisação, adiantou o dirigente do SIEAP.

Além da atualização salarial, os trabalhadores reclamam retroativos, seguro de saúde e o prémio de chamada em trabalho suplementar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *